Era 2008 e um novo sistema de transferência de dinheiro de pessoa para pessoa estava a ser criado, moldado, esculpido, o seu nome é Bitcoin. Desde essa altura muita coisa mudou, o crescimento e sucesso de um pequeno sistema de transferência de “Cash” levou à evolução de um novo ecossistema o qual esta na giria hoje em dia como Blockchain, mas Blockchain foi sobrevalorizado e angelizado pelos “demónios” do sistema financeiro corrente, um termo usado para diferenciar e criar confusão entre os adeptos e opinadores de rua da actualidade sobre bitcoin.

O que é realmente uma Blockchain?

Blockchain é uma base de dados descentralizada, a lista de todas as transacções ocorridas nesse banco de dados. Apenas isto, é importante? claro que é, mas é apenas uma das quatro tecnologias fundamentais que constituem Bitcoin.

Estas são as palavras de Andreas Antonoupolos sobre o que é bitcoin:

Sistema de pagamentos que é aberto(qualquer pessoa pode aceder e participar),  sem fronteiras (não existe fronteiras, não existe distinção entre países), é neutro (não interessa se é preto, branco, novo ou velho, pobre ou rico), é descentralizado (não existe ponto de controlo), é resistente a censura (ninguem pode aceder, bloquear ou ter qualquer tipo de controlo sobre o seu dinheiro sem a permissão do portador da chaves).

 

Eles dizem que bitcoin morreu, não tem capacidade para igualar visa, mas entretanto criou um ecossistema que capacita individuos, um ecossitema descentralizado, autónomo e não governamental, Bitcoin e Blockchain andam de mãos dadas, não existe real descentralidade, transparência e resistência à censura sem bitcoin, bitcoin é a mãe, é o sol do ecossistema, aquilo que faz mover tudo em harmonia, que cria e destrói.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here